Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Meu Viver

Que amor é esse que me ensinou a viver?
Ensinou-me a amar meu próximo incandescialmente.
Que necessidade é essa de querer sempre ver
tua face, teu sorriso, ouvir tua voz assim de repente?

Que amor é esse cujo o tempo não tem poder?
Que necessidade é essa que invande toda mente?
A todo dia pegar no telefone, pois a vida é o querer
de ter essa sensação de completo por ser carente.

Que saudade é essa que chega a doer o peito e a crescer
forte, insaciável e sublime tensão de amar e ser crente
na carne minha, naquela alma que completa o vazio do meu ser
inunda com tuas águas os olhos, nariz, boca, ouvido e mão ausente.

Tudo que há em desejo é de sentir a tua mão estender
o carinho da correspondência, a carência preenchida suavemente
pelas ondas do teu mar chocando-se contra o rochedo do meu viver
espalhando tua espuma plena, tenra pela minha praia vagarosamente.

No entanto, tão rápido é a tua estadia e o meu esmurecer
seria se ao acaso sempre estaríamos juntos perpetuamente
pois choraria pela eternidade se …

Amor de um Adolescente

É difícil resistir
a dor que corrói o peito
pois o coração de nada é de perfeito
sofreu bastante
esperou...

É difícil ter que se levantar
se colocar de pé para seguir em frente
e acreditar que se for de honra
terá de volta o que perdeu.

É difícil continuar amando
distante, sem poder fazer nada
sem poder dizer uma palavra
pois a distância me corrói.

É difícil, pois, ao vê-la, sinto o coração
pular do peito com um movimento brusco
depertando-me para a realidade:
ELA ESTÁ AQUI!

Tenho que correr limpar o quarto
a sala e preparar uma comida.
Tenho que pentear o cabelo
tomar um banho e ficar arrumado.

Tenho que me preparar para a chegada
dela cujo coração me roubou
não sei se abro um sorriso de alegria
ou de nervosismo por ela estar próxima a mim.

Tudo o que sei é que nada sei.
Não sei o que falar quando ouvir tua voz.
Não sei o que dizer do meu coração.
Não sei, pois de mim já me falta a razão.

Tua paciência e tua bondade
para mim soam como uma verdade
um fato que talvez ficaremos juntos
talvez dividiremos um teto
um amor…

Perseguindo a Felicidade

Queria poder te olhar na alma
queria receber de ti o que preciso
te dizer uma palavra tocante e marcante
te esconder no meu coração
te fantasiar de paixão e de amor.

Queria te segurar firme e te carregar na palma
desta triste mão que desejou ter para si um sorriso
te jogar sobre um mar de amor e nele não ser distante
te tocar com a insaciabilidade de um louco e sem razão
dividir contigo meu corpo, minha vida, meu calor.

Não sei parar de te olhar e nem tenho mais calma
não posso mais esperar, pois eu te aviso
que sou mais do que apenas um homem amante
sou insaciável, louco, apaixonado que estendeu a mão
a te entregar o que tira a paz do peito, uma dáviva ou favor.

Vim para te fazer mais do que feliz
te espero para ser mais do um amante
um amigo, ou partido
vim por que te amo mais do que o tempo
mais do que qualquer outro momento
no mundo
vim por que persigo a felicidade
e sei que ela reside em ti.


Thiago Guimarães de Pina

Um Lamento de Amor

Eu te amo!
Não sabes o quanto me fizera falta!
Não sabes o quanto meu coração sofreu!
Não sabes o quanto queria sentir tua presença!
Não sabes quantos arrepios senti pensando em ti!
Não sabes quantas noites frias e calorosas não dormi!
Não sabes o quão pouco eu comi!
Não sabes o muito que carreguei!
Não sabes apenas o quanto chorei!
Não sabes como queria te ouvir dizer: Te amo!

Thiago Guimarães de Pina