Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

O Escolhido

Se você aprendeu o que é o amor
aprendeu a levantar depois de cair
aprendeu a superar a toda carência de dor,
o que faria se visse ao vivo e as cores partir
os sonhos simplórios de ser e viver uma vida normal
uma que não tem um grande e esplendoroso final
tudo por que descobristes que é o escolhido para levar
para as pessoas que o Senhor quer
o significado de viver para apenas amar
além do gênero de ser homem ou mulher?

O que faria se descobrisse que será o último na terra
a espalhar uma dádiva tão grande e pura para esta era
que tu serás aquele que deixará por último este plano
por que tens por obrigação a superar este mano a mano
que é o de ser santo a cada dia e assim aprender a amar
tão unicamente que nem a carne do teu corpo pode te controlar?

O que faria se os céus e as estrelas te fizessem doente no corpo
que tu pedisse a cada dia para o Senhor te levar, mas ele então negar
tão forçadamente este pedido, pois esta é a tua tão única obrigação
de espalhar o amor com o qual ele criou o universo com o…

Boa Noite

Queria eu ter sorte de algum dia
encontrar no mármore da vida a alegria
aquela pura vontade de ter uma energia
e vontade de querer contagiar
como vejo pelo teu singelo olhar.

Ai, moça que enfeitiça os marinheiros
os lobos valentes de todo o mar
sabes mesmo como ali animar
pois acho que de ti vejo uma bela sereia
e de mim um grão pequeno de areia.

Quem sou eu para querer mais do mundo
se não me entregar neste amor profundo
que só o teu olhar há de me realizar
o sonho de apenas querer amar.

Quem sou eu para tanto de ti desejar
se não um mortal que está a te olhar
e tua beleza irei olhar e contemplar
pois até as estrelas se ofuscam com o teu brilhar

Thiago Guimarães de Pina

Texto inspirado na beleza estonteante de Jeanne!

Uma Carne e um Espírito

Sinto neste lugar frio esta tua ausência
sei que não carrego a boa experiência
de ser homem amante de pura saliência
pois eis que me perdi em tua aparência

Sei que o meu corpo anseia pelo toque
da tua pele lisa ao qual perco o enfoque
pois eis que meu corpo esmurece no inverno
de não ter o teu calor intenso, puro e eterno

Sim. Já não sei mais o que eu sou
esta noite não sei para onde eu vou
tudo o que sei é que preciso de ti
pois teu arpejo eu jamais pude ouvir

O som que emite os teus lábios encorpados
ao tocarem os meus tristes lábios apaixonados
fazem a tua ausência transmigrar a pele do inverno
exuberar a razão do sim e do não para esta noite
termos em nossos corpos um momentâneo açoite
de prazer por sermos uma só carne e um só espírito.

Thiago Guimarães de Pina

Carinho de Amor

Cada vez que perco a vontade

Ali de caminhar e apenas viver

Revejo no coração a cumplicidade

Inibida por ser teu e de poder dizer

Nada poderá me separar de ti

Hoje e sempre serei teu meu bem

Ontem, hoje e sempre pois revivi


De tanto querer crescer também

E até esqueci de contar o tempo


Aonde deixei os meus pés para trás.

Maiores foram os meus dias que o vento

Odiosamente descartou o seu triste ás

Roubando ali o teu fabuloso coração... de mim.


Thiago Guimarães de Pina

Sou

Sou esse mar enraivecido
sim, sou um ser renascido
dessa intensa vontade de viver
sim dessa vontade de ali crescer.

Sou quem gritará para o céu
- QUERO VIVER MAIS UM DIA!
Sou aquele que saberá a hora para chorar
assim como quem saberá a hora para amar.

Sou como quem vê a cada suspiro
um milagre de viver ao qual aspiro
pois sou aquele que deseja andar
sobre os rios e mares e neles deitar
e ali apenas olhar as estrelas do céu
e nelas perceber que emanam leite e mel.

Thiago Guimarães de Pina

Ninguém

Nada sou além daquele que quer
mudar o mundo e tirá-lo do como é
nada sou além daquele que se impressiona
quando vê a perfeição que apenas pressiona
contra a parede do viver
um ato de puro conhecer.

Nada sou além daquele
que no teu sono te acordará
nada sou além daquele
que teu coração te roubará

Não sou nada digno de te sentir
mas sou digno de te querer mais
a ponto de não saber quando partir
este amor que quero a esmo mais

Nada sou além daquele versar
puro de quem está a apaixonar
os anciãos do tempo a contar
a areia que irá me carregar

Tudo que sou é um espírito
um ser de luz ali, faminto
que diz a verdade, não minto
pois sou nada além de ninguém...

Thiago Guimarães de Pina

Neo...

Eu sou o neo que assola teu pensamento
sou aquele que aproveita cada momento
para sussurrar no teu ouvido
e expressar todo o sentido
que o teu corpo puder revelar.

Sou aquele que fará o céu se abrir
o chão tremer e enfim te engolir
no terremoto de prazer que irá sentir

Mulher, tu mal sabes que neo eu sou
nem tão pouco sabes para aonde vou
mas saberás que apenas aqui vou
fazer única com o meu vôo.

Thiago Guimarães de Pina